Muito sossego no coração de Minas Gerais

Em pleno século 21, o alto-falante é o grande meio de comunicação do povoado de São Gonçalo do Rio das Pedras, paraíso natural e cultural

Silvia Reali e Heitor Reali

É só prestar atenção para saber onde acontecem shows, peças de teatro, congado (um tipo de dança típica) e outros eventos folclóricos | <i>Crédito: Reprodução/Blog Bonitonas
É só prestar atenção para saber onde acontecem shows, peças de teatro, congado (um tipo de dança típica) e outros eventos folclóricos | Crédito: Reprodução/Blog Bonitonas

O vale do Jequitinhonha, no centro norte de Minas Gerais, é formado por cidadezinhas em que a vida segue mansa e cheia de simplicidade. São Gonçalo do Rio das Pedras – a quatro horas de Belo Horizonte – é uma delas. O rio cristalino corta a praça central, envolvida pelo casario colonial do final do século 18.
                Mesmo em pleno século 21, o alto-falante é o grande meio de comunicação do povoado, que tem 1,1 mil habitantes. É só prestar atenção para saber onde acontecem shows, peças de teatro, congado (um tipo de dança típica) e outros eventos folclóricos.
                Quem gosta de aventura tem a opção de caminhada até dezenas de cachoeiras, em meio a campos de macela e sempre-vivas (flores típicas do cerrado). Os passeios com guia são combinados no café da praça, com direito a biscoito de polvilho quentinho, e de graça.
                De dia a temperatura chega aos 30°C e, à noite, cai a 10°C. Chove muito no verão, quando o acesso fica difícil, já que a estrada é de terra. Nas noites de lua cheia, é possível caminhar sem lanterna, em pleno sossego. 

13/03/2017 - 20:04

Conecte-se

Revista Bons Fluidos