Inspiração para o final de semana: celebre o dia da Terra

Para comemorar a data, festejada neste 22 de abril, dois sites de viagens - Booking e TripAdvisor – divulgam uma ampla pesquisa sobre as atitudes que causam menos impacto ambiental. Veja como elas ajudam você a ser um turista sustentável

Texto: Bons Fluidos Digital Foto: Divulgação (Booking)

Tree Hotel | <i>Crédito: Divulgação Booking
Tree Hotel | Crédito: Divulgação Booking

Os viajantes brasileiros estão mais preocupados com o impacto ambiental de suas viagens. É o que apontam duas pesquisas recentes realizadas pelo Booking e pelo TripAdvisor.

O Relatório Global de Viagens Sustentáveis encomendado pelo Booking, por exemplo, revelou que 62% dos que foram questionados confirmam que eles têm intenção de se hospedar em acomodações sustentáveis no próximo ano e 50% deles afirmam que consideraram, ou poderão considerar, um destino pelo qual não tinham se interessado antes devido às suas práticas em sustentabilidade. Estes incluem áreas protegidas e ambientes de vida selvagem, onde animais recebem um bom tratamento, e iniciativas em prática para ajudar a comunidade local.

Na pesquisa do TripAdvisor,  65% dos entrevistados no país disseram estar propensos a fazerem escolhas de viagens sustentáveis nos próximos 12 meses, número bem acima dos 35% do último ano. Mas o que é, de fato, viajar de forma sustentável?

No que se refere à hospedagem, “o mundo das acomodações sustentáveis vai muito além de iluminação suave, água de baixa pressão e ausência de uso de ar-condicionado”, comenta Gillian Tans, Diretora de Operações da Booking. “Os hóspedes podem não perceber, mas eles dormirão em lençóis de algodão orgânico, lavados com água aquecida por energia gerada dentro do próprio hotel, sendo assim, eles estão se hospedando de forma sustentável. Ou, ao fazer uma refeição, eles estarão comendo pratos feitos com ingredientes locais, colhidos em um raio de até 30 km da acomodação; nesse caso, eles serão viajantes sustentáveis que apoiam a economia local. ”


Mais do que se hospedar em um hotel próximo à natureza, a prática mais importante inclui a consciência. Algumas pessoas acham que, porque estão viajando, não precisam poupar os recursos do local. Errado. A regra vale igualmente para as práticas de economia em casa: não demore no banho, feche a torneira para escovar os dentes, não troque as toalhas de banho e as roupas de cama todos os dias (não é assim na sua casa, por que deveria ser quando você está em um hotel?), desligue as luzes e o ar-condicionado ao sair.

Há hotéis que possuem um interruptor de luz central operado pelo cartão-chave para desligar todas as luzes e o ar-condicionado ao sair do quarto, o que é altamente recomendável.

O turista também demonstra seu compromisso com o meio ambiente ao reduzir seu lixo, preferir itens reutiliáveis aos descartáveis e andar o máximo possível à pé ou de bicicleta ou metrô, transportes que minimizam o impacto da pegada de carbono (se possível, faça vôos diretos ou com uma escala apenas). Os automóveis e aviões são responsáveis por 13% das emissões de gases que contribuem para o calor excessivo na Terra.

Fazer malas mais leves também é de extrema ajuda.  Quanto mais peso, mais combustível o meio de transporte - seja ele qual for - consome. E, quanto maior for esse consumo, mais gás carbônico é liberado. Ao levar apenas um par de tênis na bagagem, em vez de dois, você colabora não só para a saúde das suas costas como para o seu pulmão e evita o aquecimento global. 

 Dar valor à cultura e ao artesanato local é outra forma de manter a tradição, os costumes e a sustentabilidade da região. 

Quer fazer ainda mais? Plantar árvores é uma maneira de neutralizar as emissões de gás carbônico causadas pela viagem. Alguns sites, como o da Fundação SOS Mata Atlântica ajudam a calcular o quanto liberamos da substância em determinadas atividades. Os cálculos são feitos com base na distância que se percorre ao longo do ano.

Por último, mas não menos importante, respeite os hábitos do lugar que visita. Não aceite serviço de guias subempregados ou que infrinjam alguma norma local, siga as leis de trânsito e faça tudo que puder para não só levar boas lembranças da viagem, mas também deixar boas impressões.

22/04/2016 - 14:00

Conecte-se

Revista Bons Fluidos