Pratos veganos sem mistério

Chef blogueira ensina passo a passo criativo de receitas com alimentos frescos, perfumados e nutritivos

Texto: Raphaela de Campos Mello

Pratos veganos sem mistério | <i>Crédito: Divulgação
Pratos veganos sem mistério | Crédito: Divulgação

A culinária vegana está longe de ser complicada. Se alguém ainda duvida, vale conhecer o livro Os Segredos Veganos de Isa – Mais de 150 Receitas Rápidas e Fáceis para o Dia a Dia
(Alaúde, R$ 79,90). A autora é a blogueira americana Isa Chandra Moskowitz, porta-voz de uma geração que trocou a fast-food por refeições sem produtos de origem animal. A virada começou em 1989, em plena adolescência. “A cozinha perdeu o cheiro de comida pronta de micro-ondas e passou a ser o coração da casa”, lembra. Nessa época, assumiu o fogão da família e, por sorte, angariou o apoio da mãe e dos irmãos, rendidos pelos quitutes frescos, perfumados e nutritivos. Hoje, gabaritada e apaixonada por tofu, a chef e proprietária do restaurante Modern Love, com unidades no Brooklyn e Omaha, compartilha com seus seguidores receitas de ensopados, saladas, refogados, sanduíches e também pratos inspirados na gastronomia de países como Itália, México, Tailândia e Índia.

Confira alguns de seus segredos:

Tostar 

Para conseguir o efeito tostado – artimanha que agrada aos nossos sentidos mais primitivos –, priorize os equipamentos. Usar frigideiras de ferro fundido, grelhar e assar são boas dicas.

Cremosidade

Esta fica por conta da castanha de caju, que, depois de batida, se assemelha ao creme de leite tradicional. Além disso, o purê de tofu é ótimo substituto cremoso para molhos e sour cream.

Água na boca 

Tente contrastar sabores misturando doces e ácidos, por exemplo. Outra forma é abusar de ervas e especiarias como louro e anis-estrelado: o sabor que dão a ensopados e molhos parece obra de feitiçaria. Importante: substitua seus temperos a cada seis meses, pois, com o tempo, perdem potência.

Praticidade

Cozinhe uma grande quantidade de arroz ou quinoa, deixe esfriar, separe em porções no tamanho desejado e guarde em saquinhos plásticos próprios para congelar. A durabilidade é de um mês. Para consumir, coloque em uma tigela e esquente no micro-ondas ou na panela, em fogo brando.

Sem glúten

Para fazer cookies e pãezinhos, use aveia em flocos certificada sem glúten. Basta triturá-la até virar farinha. Cada xícara de farinha equivale a uma ou duas colheres (sopa) a mais de aveia.

ISA CHANDRA MOSKOWITZ
www.isachandra.com

04/12/2017 - 09:00

Conecte-se

Revista Bons Fluidos