Rumo ao sol

Feito um carrossel, o girassol gira sempre em busca do sol. Só de olhar, já dá para sentir o calor do abraço entre o amarelo das pétalas e o escuro das sementes, numa união de opostos como luz e sombra. Não à toa, é a flor do equilíbrio no feng shui

Bons Fluidos

Rumo ao sol | <i>Crédito: iStock
Rumo ao sol | Crédito: iStock

LOCAL

O nome já revela: gosta de ficar no sol pleno, em bordaduras ou até isolado no jardim. Pode também ser cultivado em vasos. “Procure pelos de menor porte”, avisa a paisagista Nô Figueiredo.

PLANTIO

Adaptado às várias regiões do país, o girassol (Helianthus annuus) é bastante tolerante em relação ao pH do solo, que deve ser bem drenado, profundo, fértil e rico em matéria orgânica.

REGA

É preciso manter um equilíbrio na rega e na quantidade de água, pois o girassol não se adapta a solos encharcados, tampouco a solos muito secos. “Gosta de substrato úmido”, diz Nô.

PODA

Diferentemente de muitas outras espécies, o girassol dispensa podas. A não ser em situações que pedem mais espaço para plantar outras sementes. Nesse caso, tire as mudas mais fracas.

ADUBAÇÃO

Três adubações ao ano com húmus de minhoca são sufi cientes. A dica é agendar a tarefa para o começo da primavera, do verão e do outono e evitar local com muita chuva forte.


 

26/01/2018 - 10:34

Conecte-se

Revista Bons Fluidos