Entre flores e espinhos

As flores da Astrophytum ornatum podem ser amarelo-claras ou brancas, são levemente perfumadas e, acredite, atraem beija-flores

Texto: Nina Campos

Entre flores e espinhos | <i>Crédito: Foto: schantalao/iStock |
Entre flores e espinhos | Crédito: Foto: schantalao/iStock |
LOCAL

“A Astrophytum ornatum gosta de pleno sol, como a maioria dos cactos, mas até tolera uma sombrinha leve, desde que receba bastante luz”, diz a paisagista Nô Figueiredo, de São Paulo.


PLANTIO

Precisa de solo arenoso. Pode ser cultivada em vasos ou em jardins de pedra. Um bom substrato é composto de 3 medidas de areia, 1 medida de terra e  1/4 de medida de húmus de minhoca.


REGA

Precisa de solo arenoso. Pode ser cultivada em vasos ou em jardins de pedra. Um bom substrato é composto de 3 medidas de areia, 1 medida de terra e  1/4 de medida de húmus de minhoca.


PODA

“Essa planta não deve ser podada. Mas deve ser replantada anualmente no começo da primavera para que ela possa ter mais espaço para se desenvolver”, aconselha a paisagista Nô.

ADUBAÇÃO

Use adubo líquido diluído em água, tipo NPK 20-20-20, também no início da primavera. E seja paciente. Esse cacto tem que chegar a 15 cm para florescer, o que pode demorar uns sete anos.


10/04/2017 - 09:00

Conecte-se

Revista Bons Fluidos