Ventos jupiterianos

A astróloga Nádia Oliveira estreia em nossas páginas com a alegria poderosa que o planeta Júpiter acaba de lançar sobre (todos) nós

Nádia Oliveira | <i>Crédito: Rogerio Pallatta
Nádia Oliveira | Crédito: Rogerio Pallatta

É possível separar o mundo entre otimistas e pessimistas? Essa organização seria uma maneira bem restrita de definir pessoas, afinal, todos somos otimistas em algumas situações e pessimistas em outras.

No entanto, te convido a aproveitar as bênçãos do novo ciclo, abrir os braços aos céus e escolher para qual dos lados pender. Ao declinar-se para a ala do bem, receberá os bons ventos que já estão fluindo pelo ar com a fé inabalável de que tudo está seguro e que caminha para um resultado feliz. No céu astrológico, essas características são associadas ao planeta Júpiter, Deus supremo dos romanos ou Zeus dos gregos, que tinha o poder da distribuição da sorte, da justiça e da fé, virtudes que sempre foram – e são – aliadas às divindades espirituais. Mesmo nos dias de hoje, em meio ao desespero do cenário global, acreditamos na justiça suprema e temos fé de que Deus olha por nós. Júpiter forma um ciclo de 12 anos através do zodíaco, gerando, na prática, um período médio de um ano por signo. Agora, por exemplo, acabou de iniciar sua passagem em Escorpião e, por isso, nos próximos meses, estaremos com as chances e as oportunidades relacionadas com esse signo bem diante de nós. Mas não pense que o momento de ter sorte é só de quem nasceu em Escorpião. Na astrologia, ninguém fica de lado. É claro que o planeta benefi ciará quem tem Escorpião forte, mas saiba: no mapa astral, todo mundo recebe a influência de todos os signos. Ou seja, sempre há um setor da nossa vida infl uenciado por Escorpião; e é nesse setor que devemos focar – exatamente na parte que está mais próspera, com mais sorte e aberta a novas oportunidades. Será dinheiro? Trabalho? Relacionamentos? Simples, procure onde está o signo de Escorpião em seu mapa e tenha a resposta. Claro que o ideal é consultar um astrólogo e saber detalhes, mas, para aliviar sua curiosidade e te ajudar a não deixar a sorte escapar, segue uma dica: primeiro, caso não tenha seu mapa astrológico, acesse um site que possa calculá- lo (como www.somostodosum.com. br ou www.personare.com.br). A seguir, procure pelo símbolo que representa Escorpião (similar à letra M e uma flecha) e descubra em qual dos 12 setores ele se inicia no seu mapa. Aqui, não há espaço para escrever todos os setores correspondentes, mas seguem alguns: 1 corpo, 2 valores
materiais, 3 comunicação, 4 família, 5 filhos, 6 saúde, 7 casamento, 8 sexo, 9 religião, 10 carreira, 11 amigos e 12 espiritualidade. Feito isso, você já sabe ao menos um setor da sua vida que receberá o bom fluxo de Júpiter nos próximos meses. Mas atenção: antes de pular de alegria, cuide-se e não espere que o céu faça tudo sozinho – vitória também se conquista. Ter fé e confiança, pensando na sorte que pode vir, ajudará, e o primeiro passo é sentir dentro de si a possibilidade da vitória e a convicção monolítica de que vai vencer. Despeço-me, então, com saudações jupiterianas – amplas, prósperas e generosas a você. Boa sorte!

14/11/2017 - 09:00

Conecte-se

Revista Bons Fluidos