Saturno, a evolução

Baseado na astrologia védica, um novo livro desvenda a influência desse astro. O autor Robert E. Svoboda explica: apesar da má fama (de ser um obstáculo à nossa felicidade), o planeta dos anéis deve ser visto como grande promotor do amadurecimento espiritual

Texto: Raphaela de Campos Mello

Robert E. Svoboda | <i>Crédito: Sophie Howarth
Robert E. Svoboda | Crédito: Sophie Howarth
O norte-americano Robert E. Svoboda é daqueles nascidos no Ocidente que mergulharam fundo na sabedoria indiana nos anos 70 e 80. Foi o primeiro ocidental a graduar-se em uma instituição de ensino superior de ayurveda (a tradicional medicina indiana) e a obter licenciatura para praticá-la em plena Índia. No mês de julho, ele, que também é especialista no sistema de astrologia hindu, modernamente conhecido como astrologia védica (porque provém dos Vedas, que constituem o livro sagrado da
antiga índia), virá ao Instituto Naradeva Shala, em São Paulo, lançar A Grandeza de Saturno – Um Mito Terapêutico (Eliane Cilmara Edições). Na obra, o professor da Universidade de Seattle, nos Estados Unidos, nos mostra que o posicionamento dos planetas é sempre positivo e construtivo do ponto de vista do crescimento interior. E que, apesar de a posição de Saturno estar ligada a dificuldades e infortúnios que restringem, quando não bloqueiam, a felicidade (perdas, longas esperas, fracassos, doenças), não devemos temê-lo. Pois representa a dissolução necessária para alavancar nosso processo evolutivo mediante uma postura de aceitação. Se devidamente honrado, e Svoboda orienta como, o planeta promete nos liberar do impacto de nossas terríveis aflições. Na entrevista a seguir, o estudioso revela os mistérios desse integrante do sistema solar, também encarado como um severo porém excelente professor na escola da vida.

Acaba de ser lançada no Brasil a obra de sua autoria A Grandeza de Saturno (Eliane Cilmara Edições, R$ 60, 318 págs, vendida no Instituto Naradeva Shala ou pela loja virtual livrariascuritiba.com.br). Qual a importância desse planeta?

Entre os nove planetas nos quais se baseia a Jyotisha, a astrologia indiana, Saturno é considerado o chefe, uma vez q que sua influência em nossa vida resulta em experiências difíceis, que promovem insatisfação, ou seja, tudo aquilo que é desagradável, incluindo perdas (de pessoas queridas, de dinheiro, de trabalho). Saturno ainda
nos faz trabalhar bastante em tudo o que fazemos. Por causa disso, sábios indianos têm encorajado as pessoas através dos séculos a adorar este planeta na tentativa de amenizar as dificuldades que ele traz.

Afinal, o que significa a grandeza deSaturno, tema de seu livro?

Saturno é importante porque nos influencia demasiadamente e porque com frequência temos que passar por grandes penitências se quisermos que ele seja misericordioso conosco. [Segundo a astrologia védica, o planeta dos anéis tem amor incondicional por nós, como se fosse nossa mãe, aquela que tudo faz por amor. Se sairmos vencedores mediante as aflições que ele nos impõe, agindo com humildade e perseverança diante das dificuldades, certamente empunharemos o troféu da mais digna realização.]

Apenas um mapa astral permite descobrir a posição de Saturno ou é possível obter essa resposta consultando um site oficial? O sr. sugere algum?

Mesmo que a pessoa conheça a posição de Saturno em seu mapa, isso não quer dizer que ela necessariamente saiba qual é a melhor forma de abordá-lo em benefício próprio. Então o melhor a fazer é praticar ações que irão agradar esse planeta (chamadas de upayas), como jejuar ou manter-se em silêncio aos sábados (saturday, dia
da semana regido por Saturno). Por meio desses gestos conseguimos nos alinhar à essência do planeta, o que afeta positivamente nosso emocional e nos ajuda a suportar as dificuldades. Melhor ainda é contatar um astrólogo védico capaz de fornecer uma avaliação confiável sobre a influência de Saturno na vida de cada um. No site
drsvoboda.com [em inglês] há links e conteúdos esclarecedores.

Qual é a origem do mito de Saturno segundo a cultura hindu?

Tal qual a astronomia, a astrologia envolve a observação de objetos celestiais. Assim como os observadores do céu identifcaram no passado como os planetas se moviam – e notaram o que acontecia na Terra quando cada planeta estava em uma determinada localização no céu –, eles deduziram regras gerais a partir das informações coletadas por meio de suas observações. Após concluírem o quanto Saturno poderia ser maléfico, tendo em vista as limitações impostas na vida das pessoas, eles resgataram e recriaram mitos que ajudam a explicar as influências do astro sobre nós. Isso porque a narrativa de histórias míticas sempre foi uma forma poderosa de terapia que proporciona a cura para quem enfrenta adversidades.

Qual a mensagem mais importante do mito relacionado a esse planeta?

A lição mais importante a ser aprendida a partir dessas histórias é mantermos a calma seja qual for a
maneira pela qual Saturno nos aflige. [O mito mais conhecido, intitulado A Grandeza de Saturno, narrado em detalhes no livro de Svoboda, conta a história do rei Vikramaditya. Por ter blasfemado contra o planeta dos anéis, ele foi severamente punido pelo astro ao longo de sete anos e meio – foi afastado do seu reino, injustamente acusado de roubo, e teve os pés e as mãos mutilados. Porém, como o monarca enfrentou esses infortúnios com resignação, tornando-se mais sábio e sensato, ao final do período de provações Saturno o abençoou com vida longa e prosperidade.]

O sr. disse que Saturno é o grande administrador do sistema solar. Como funciona essa liderança?

Embora apenas administre os aspectos da vida governados por ele, como desapontamentos, longas esperas e morte, esse corpo celeste afeta intensamente outros seres vivos, incluindo os demais planetas do sistema solar. Sempre que Saturno “olha” para algo, incluindo o Sol e a Lua, ele cria algum tipo de desventura que obriga a pessoa a se comportar de acordo com suas exigências. [Por exemplo, se Saturno estiver na casa 10, que rege o aspecto profissional, ele lançará seu olhar para a posição oposta, a casa quatro, relacionada à vida privada. Logo, a pessoa precisará se dedicar a prestar atenção não apenas na área do trabalho como
também na vida pessoal.]

O sr. poderia explicar o que significa, num mapa védico, o fato de Saturno estar posicionado, por exemplo, sobre a Lua? Isso é um mau sinal? Por quê?

Quando Saturno transita pela Lua no mapa, esse percurso leva sete anos e meio. Durante esse período, que simboliza constrição, Saturno aflige intensamente a Lua, que representa suculência, alegria e vitalidade. Com frequência, essa fase, que é chamada de sade sati ou panoti na Índia, implica alguma perda para o dono do mapa. Por isso, é especialmente proveitoso que nessa fase a pessoa solicite a misericórdia de Saturno. [Ao nos colocar face a face com a realidade, deixando de lado fantasias e ilusões, Saturno nos impele a trabalhar aspectos mentais e emocionais pouco desenvolvidos. Devemos nos abrir para o aprendizado a ser vivenciado.]

Para leigos em geral, o planeta tem fama de mau, por trazer a crise e a dificuldade para a vida. O sr., inclusive, escreve que ele pode representar as
contrações para o fluxo da vida. Devemos temer Saturno por praticamente impedir nossa felicidade?

Jamais devemos temê-lo, porque o medo não ajuda em nada. Perdas, dificuldades, mortes são inevitáveis. Nem a prosperidade nem a felicidade são permanentes no nosso mundo. Devemos, sim, nos adaptar a cada mudança e solicitar a Saturno, repito, que seja misericordioso conosco.

Em outras palavras, isso equivale a dizer que Saturno acelera o processo de autoconhecimento na medida em que nos obriga a identificar nossas maiores dificuldades?

Sim, mas Saturno só pode acelerar o processo de autoconhecimento se formos capazes de aceitar as novas realidades nas quais nos encontramos e mudar nossa forma de viver. Cada uma das experiências difíceis que atravessamos nos oferece a possibilidade de continuarmos amarrados ao passado ou a chance para um novo crescimento, se formos corajosos o suficiente para aceitar isso.

De quanto em quanto tempo isso acontece?

Ininterruptamente Saturno transita sequencialmente pelas 108 posições do zodíaco védico impondo as respectivas restrições. Temos ao longo da vida 12 questões em que nossa mente é desafiada a evoluir, Saturno transita por dois anos e meio em cada questão, e retorna à posição natal após 30 anos. Nesse primeiro retorno, Saturno exige o aprendizado básico e, no segundo, ao redor dos 60 anos, o acerto de contas é mais pesado, se ainda houver resquícios de aprendizados mal resolvidos.

Traduzindo: quanto mais formos corajosos para enfrentar a crise, melhor. O que a gente perde ao não olhar para Saturno e, portanto, não captar sua mensagem?

Perdemos a oportunidade de aprender com as nossas experiências, de nos tornar seres humanos mais amadurecidos e de conquistar uma perspectiva de vida mais significativa que possa ser compartilhada com aqueles que estão aflitos.

Como manter um relacionamento amigável com esse grande planeta?

É possível apaziguar a imagem que carregamos de Saturno, bem como os fatores psicoemocionais e espirituais que ele ativa em nós, por meio de upayas, espécie de “remédios”. A melhor abordagem é lembrar-se de Saturno todo sábado, usar as cores que o agradam (azul-escuro e preto) e ler o mito A Grandeza de Saturno

08/07/2016 - 10:47

Conecte-se

Revista Bons Fluidos