Atemporal

O projeto +Alma é uma vitrine para artistas que praticam o comércio justo, priorizam matérias-primas verdes e um design que dure mais do que uma moda passageira

Texto: Raphaela de Campos Mello

JULIA BEDOLO | <i>Crédito: Vanessa Guimarães
JULIA BEDOLO | Crédito: Vanessa Guimarães
1: Como funciona a comercialização dos produtos?

Nós fazemos a intermediação das vendas entre o artista (marca) e o cliente final. Recebemos amostras dos produtos na fase de curadoria, mas, depois que a loja é publicada
na plataforma, as peças são enviadas diretamente do artista para o cliente. Apesar disso, todo o processo é feito e cuidado por nós: desde o envio das informações de venda aos parceiros até o atendimento aos clientes e monitoramento dos pedidos e entregas.

2: A plataforma é um incentivo para os produtores se adequarem ao modelo ético?

Ainda é difícil produzir itens que se encaixem 100% na chamada economia circular, que propõe um reaproveitamento sistemático de tudo que é produzido. Mas temos ótimos exemplos de marcas que constantemente aprimoram seus processos com esse objetivo. Na nossa curadoria preenchemos um documento que fala sobre o ciclo de vida dos produtos da marca, desde a matéria-prima até o descarte.


3: O consumo consciente tem se fortalecido no Brasil?

Muito. As pessoas estão cada vez mais críticas e questionadoras com relação às suas escolhas. Isso vai desde a reciclagem do lixo até o desejo de saber sobre o que está por trás de uma peça de roupa e do alimento que se coloca no prato. No nosso dia a dia recebemos questionamentos e dúvidas de clientes sobre os produtos e sua forma de produção. Adoramos quando isso acontece, pois esse é justamente um dos motivos de existirmos.

JULIA BEDOLO, empreendedora paulista, criou com a sócia Ana Paula Fracasso uma plataforma online dedicada à arte e ao design ecologicamente corretos. São 32
marcas das áreas de moda, casa, beleza e infantil que valorizam o artesanal, o respeito aos animais e optam por materiais ou processos que minimizam danos à natureza, mediante relação justa com os fornecedores.

18/05/2017 - 10:44

Conecte-se

Revista Bons Fluidos