Sonhos, os nossos terapeutas internos

É preciso associar os elementos do sonho com a situação que a pessoa vivencia naquele momento; entenda os significados e conheça técnicas para lembrar dos sonhos ao acordar

Redação Bons Fluidos

Para recordarmos melhor dos sonhos, precisamos dar mais importância a eles | <i>Crédito: iStock
Para recordarmos melhor dos sonhos, precisamos dar mais importância a eles | Crédito: iStock
Para o tarólogo e astrólogo Edu Scarfon, a interpretação não pode estar apenas vinculada aos livros e ao conteúdo disponível na internet. Especialista em metafísica, cristais, ervas, mitologia e energia, para ele, é preciso associar os elementos do sonho com a situação que a pessoa vivencia naquele momento. Por exemplo: sonhar com um bebê não significa que a pessoa está grávida. Pode representar uma boa notícia, um presente, desejo de mudança.

Segundo o especialista, para recordarmos melhor dos sonhos, precisamos dar mais importância a eles, porque tudo aquilo que não demonstramos importância, passa batido na nossa vida e acaba se tornando algo menos presente. "É importante que a pessoa, quando acordar assustada com algum pesadelo, registre porque depois pode não se lembrar. O mesmo é válido para quem se levanta depois de uma noite de sono tranquilo. Devemos sempre fazer o registro porque durante o dia, vamos esquecendo os detalhes", sugere.

Ele acrescenta ainda que existe uma prática onde antes de dormir a pessoa escreve a palavra "Lembrar" numa etiqueta e a cola num copo com água. Ao se deitar ela diz: "Vou beber um pouco dessa água e quando acordar dos meus sonhos irei lembrar". Em seguida, ela bebe um pouco e deixa o copo no quarto. Assim que acordar, ela bebe mais um pouco da água e faz um esforço para se recordar de algo. Ao fazer essa prática por alguns dias, o resultado começa a vir à tona. Esse gesto serve para demonstrar ao subconsciente a importância que você está dando aos sonhos para que a sua mente comece a colaborar.

17/05/2017 - 19:03

Conecte-se

Revista Bons Fluidos