App ajuda mulheres em relacionamento abusivo

“Mete a Colher” vai oferecer apoio psicológico, ajuda jurídica e inserção no mercado de trabalho

Letícia Gerola

Para garantir a segurança das usuárias, a ferramenta só permitirá acesso do sexo feminino | <i>Crédito: Reprodução
Para garantir a segurança das usuárias, a ferramenta só permitirá acesso do sexo feminino | Crédito: Reprodução

A famosa frase ‘Em briga de marido e mulher ninguém mete a colher’ remete a uma suposta privacidade da união matrimonial. Mas, quando o assunto é violência doméstica, o envolvimento de terceiros é, sim, necessário. Pensando nisso, cinco jovens de Recife criaram a rede de apoio Mete a Colher, uma ferramenta ainda em fase de desenvolvimento que será um espaço de ajuda pra essas mulheres. Apoio psicológico, assistência jurídica e inserção no mercado de trabalho estão entre as funcionalidades do app.
             Para garantir a segurança das usuárias, a ferramenta só permitirá acesso do sexo feminino, com cadastro pelo Facebook, mensagens criptografadas e senha de acesso ao aplicativo. As mensagens apagam automaticamente depois de um tempo, tornando impossível o acesso de outras pessoas às conversas travadas no aplicativo. A ferramenta está prevista para ser lançada em julho deste ano, nos formatos iOS e Android – totalmente gratuita. 

25/04/2017 - 17:57

Conecte-se

Revista Bons Fluidos