A Lua em nós

Tem quem goste de carinhos e abraços. Outros preferem palavras de afeto. E há os que transmitem ternura com pequenas ações durante o dia. Essas e outras maneiras de expressar as emoções têm tudo a ver com a Lua, astro que, segundo a astrologia, rege nossos sentimentos. Confira como se dá essa influência e como ela se manifesta dentro de você

Texto: Cristina Magalhães

A Lua em nós | <i>Crédito: iStock
A Lua em nós | Crédito: iStock

Cantada em verso e prosa por artistas e apaixonados ao longo de milênios, a Lua inspira poesias, músicas, tratados de ciência e não perde a magia. Associada a mistérios, ela
ainda provoca suspiros, rezas e crenças mundo afora, além de influenciar marés, colheitas e até atividades cotidianas das pessoas. Isso tudo não é novidade, afinal quem nunca ouviu falar sobre os efeitos da lua cheia no comportamento humano ou consultou a melhor fase da Lua para cortar o cabelo? O que poucos sabem, no entanto, é que a musa dos céus tem papel de destaque na astrologia. Tão importante quanto o Sol – signo solar –, que determina a noção de identidade, autoconsciência e criatividade, a Lua – signo lunar – determina as emoções, instintos, memórias e a ligação com a família e antepassados. Assim como o Sol ilumina o dia, a Lua ilumina a noite. Ambos, por isso, são chamados de “luminares” e representam um par de opostos iguais: o Sol é masculino e extrovertido (yang) e a Lua é feminina, inconsciente e introvertida (yin). “A Lua é o lado feminino, seja homem ou mulher”, diz a astróloga inglesa Sue Merlyn Farebrother em seu livro Astrologia sem Segredos (ed. Pensamento). De acordo com o signo em que a Lua se encontrava no instante do nosso nascimento, é possível descrever como funciona nosso mundo interior e a maneira como sentimos as coisas. É o signo lunar que revela nossos humores e como reagimos espontaneamente aos outros, às situações e ao ambiente, explicando, por exemplo, por que, diante do mesmo fato, uma pessoa tem explosão de alegria, enquanto outra fica irritada e
uma terceira permanece indiferente. Nossa atitude em relação à nutrição, carinhos físicos, sensualidade, conforto material e noção de pertencimento a um grupo, incluindo o tipo
de lar que preferimos, também é demonstrada pelo signo que a Lua ocupa no mapa astral – e pela casa astrológica. Uma pessoa com a Lua em Câncer na casa 4, por exemplo, será extremamente afetuosa com sua família, enquanto outra pessoa com a Lua em Câncer, mas na casa 11, será assim especialmente com amigos. Tais nuances podem ser avaliadas com precisão se levar em conta outros elementos do mapa astral; no entanto, o signo lunar sozinho já costuma fornecer indicações interessantes. Para descobrir o seu, caso não saiba, um caminho é baixar o programa Pegasus (hocuspocus.com.br) ou acessar sites astrológicos. E então confira a seguir as principais características do seu signo lunar. Com elas, ficará mais fácil lidar bem com as próprias emoções.

Lua em Áries

Pessoa repleta de energia impulsiva e espontânea. Expressa as emoções de forma intensa e impetuosa, podendo parecer até agressiva. Tem espírito de liderança, é corajosa, competitiva e pouco paciente com os outros. O ideal é que esteja sempre em movimento, com atividades que extravasem energia. Do contrário, pode se irritar. Costuma se envolver em discussões acaloradas, mas raramente guarda rancor. Profissões que tenham autonomia e desafios constantes são indicadas, pois não lida bem com hierarquia e rotina. Se apaixona facilmente, mas costuma resistir a um envolvimento prolongado – a menos que inclua mudanças frequentes. Dica: evitar agir por impulso. O contato com a natureza e atividades ao ar livre ajudam a reequilibrar as energias em momentos de estresse.

Lua em Touro

Confiável e persistente, este é o signo mais “pé no chão” de todos. Pragmática, generosa e afetuosa, a Lua em Touro traz cautela, pois indica disposição a não correr grandes riscos. Tende a internalizar sentimentos, mas pode se exaltar se pressionada. Conforto, refinamento e segurança emocional são palavras-chave. Gosta do que é belo e aprecia prazeres sensoriais. Outro aspecto é a estabilidade material. Especialista em lidar com dinheiro, pode se dar bem em áreas correlatas a finanças ou vendas, além de construção imobiliária ou atividades ligadas à agricultura. É leal com amigos e dedicada e romântica em um relacionamento amoroso. Dica: procurar desenvolver jogo de cintura e desapego. Preparar uma receita especial e ter contato com as artes pode restaurar o equilíbrio natural.

Lua em Gêmeos

Curiosa, valoriza o conhecimento em todas as áreas. Possui grande facilidade de comunicação e adaptação. Em constante mobilidade, gosta de circular e está sempre envolvida em viagens ou mudanças de casa ou emprego. Como a atividade mental é intensa, prefere falar sobre suas emoções a ter demonstrações afetivas. Por isso, pode ser vista como “fria”. Se interessa por jornalismo, magistério ou profissões que lidem com informações e pessoas. No plano afetivo, usa a conversa como instrumento de conquista e busca ligação intelectual com o parceiro. Porém, por ser desapegada e instável, pode transmitir insegurança. Dica: exercitar a constância em seus objetivos e a escuta para aprofundar relacionamentos.
Leitura e trabalho manual ajudam a acalmar a mente sempre inquieta.

Lua em câncer

Acolhedora, carinhosa e receptiva aos sentimentos dos outros, esta Lua é apegad ao passado e à família, especialmente à mãe – modelo para a vida. Os amigos, sobretudo os de infância, são como uma segunda família. Geralmente é ótima na relação com os filhos e tem ligação forte com o lar. Com grande sensibilidade artística, pode ter trabalhos nessa área ou, por ser cuidadosa, pode atender outras pessoas. Precisa de segurança nos relacionamentos e, quando apaixonada, tem dedicação total. No entanto, por temer a perda, pode criar situações de manipulação como chantagem emocional e vitimização. Dica: é importante superar o sentimento de carência para manter um relacionamento saudável. Assistir a filmes sentimentais ou preparar receitas para alguém querido recarrega energias.

Lua em Leão

Pessoa generosa, confiante, cheia de autoestima e entusiasmo. Por outro lado, atitudes mesquinhas e falta de atenção causam desconforto. Gosta de socializar, é amiga leal, divertida, busca viver das boas coisas da vida e ser o centro das atenções. Pode ser autoritária e dominadora, com tendência ao exagero. Quando contrariada, pode reagir de forma orgulhosa e arrogante. É importante que aprenda a se relacionar de forma menos egocêntrica. Geralmente escolhe uma carreira em que tenha liderança. O relacionamento amoroso é ideal para expressar sua busca por intensidade. Quando apaixonada, é atenciosa e dramática. Lealdade e persistência a mantêm ligada ao parceiro. Dica: exercitar a flexibilidade em suas relações. Para levantar o astral, um jantar refinado pode fazer bem.

Lua em Virgem

Prática, observadora e crítica, é ligada a resultados e aprecia regularidade. Reservada, avalia o ambiente e o outro antes de se abrir emocionalmente. Vive se autoanalisando e, se exagerar, pode se tornar insegura. A busca pela perfeição em tudo que faz leva a cuidados com o bem-estar físico e mental. Na carreira, se interessa por saúde, letras, ciências e áreas que envolvam planejamento, análise e aperfeiçoamento. Mostra afeto com ações ou presentes e sempre oferece ajuda, mas não é dada a arroubos sentimentais. Quando assume compromisso, é de forma integral. O ponto sensível é o excesso de senso crítico, que pode incomodar o parceiro. Dica: desenvolver a aceitação do outro e de si próprio. Arrumar e
decorar a casa ou fazer artesanato acalma a mente sempre em atividade.

Lua em Libra

Amante da paz, harmonia e beleza, é sociável, refinada e busca construir parcerias. Preocupa-se com a aparência e quer se sentir aceita e apreciada. É uma diplomata natural, ótima em mediar conflitos e construir soluções de consenso. Entretanto, é superficial em situações críticas. Muitas vezes coloca as necessidades dos outros antes das suas. Seu maior desafio é a autoafirmação, pois teme causar desarmonias. Se interessa por comércio ou profissões que tenham o papel de mediação. No amor, é romântica e afetuosa e, por vezes, com visão idealizada da relação – espera que seja perfeita e igualitária. Dica: buscar equilíbrio dentro de si para que não fique tão dependente de condições externas. Reunir amigos,
cuidar da beleza ou assistir a espetáculos artísticos são boas formas de lazer.

Lua em Escorpião

Marcada por intensidade, profundidade e persistência, a Lua em Escorpião sente tudo intensamente, mas não revela seus sentimentos facilmente. Isso se faz aos poucos, conforme se aproxima das pessoas. Por ser leal, não tolera abandono ou traição e pode chegar a reações violentas quando pressionada. Identifica-se com áreas em que possa analisar, diagnosticar e curar pessoas ou situações. No amor, pode oscilar entre relacionamentos descompromissados até que encontre alguém que tenha profunda conexão emocional. Quando isso acontece, compromete-se com intensidade e lealdade. Dica: aprender a lidar com sentimentos fortes como ódio, ressentimento e paixão para se fortalecer com experiências.
Para repor energia, nada melhor do que um bom filme de mistério.

Lua em Sagitário

Amante da liberdade, traz entusiasmo na busca por justiça, religião, espiritualidade, filosofia e ética. Para encontrar respostas, se lança a viagens (literais ou mentais). Só aceita responsabilidades em suas próprias condições, trazendo, muitas vezes, insegurança em seus relacionamentos pessoais ou profissionais. Responde a situações de rotina ou pressão emocional com impaciência e distanciamento. Pode ter sucesso como profissional liberal ou em atividades em que estabeleça os próprios parâmetros. No plano afetivo, busca um parceiro com projetos e objetivos em comum. Esta Lua é sincera e transparente em seus sentimentos. Dica: conciliar as altas aspirações com a sensibilidade alheia. Leituras,
atividades ao ar livre e exercícios físicos mantêm a vitalidade e o bom humor.

Lua em Capricórnio

A Lua em Capricórnio sente-se bem com estabilidade e segurança material e sabe o que fazer para consegui-las. Busca realizar metas ambiciosas e, persistente e disciplinada, chega a posições de poder assumindo compromissos com responsabilidade. Valoriza a tradição; no entanto, seu temperamento reservado pode beirar a melancolia. Pode se interessar por carreira política ou uma posição de liderança. A seriedade e a responsabilidade com que encara todas as áreas da vida estão também no amor. Esta Lua busca união estável baseada em confiança. Seu parceiro pode esperar total comprometimento e lealdade, mas não grandes demonstrações afetivas, pois não expressa facilmente seus sentimentos. Dica:
exercitar a manifestação das emoções. Vale ler biografias de quem admira.

Lua em Aquário

Racional e independente, a pessoa com Lua em Aquário idealiza viver em sociedade igualitária, sem discriminação. É dotada de apurado sentido de direitos humanos e disposta a lutar por causas alheias ou coletivas. Costuma antecipar tendências, mas é emocionalmente reservada e preserva sua liberdade de pensamento e expressão. Não lida bem com rotinas rígidas e relações afetivas opressoras ou dramáticas. Quando pressionada, pode se rebelar. No trabalho, gosta de movimentos humanitários, de inovação e tecnologia. No amor, busca um parceiro que seja, antes de tudo, um amigo e, mesmo comprometida, mantém sua liberdade e individualidade. Dica: desenvolver a tolerância em relação a pontos
de vista alheios. Momentos de isolamento são úteis para o reequilíbrio.

Lua em Peixes

Idealista, sensível e intuitiva, sente conexão espiritual com o universo e tem forte interesse por temas ligados ao oculto e à espiritualidade. Por ter grande empatia, é importante ter cuidado para não perder a noção de individualidade. Pressões emocionais podem causar carência, baixa autoestima e escapismo à realidade. Se interessa por profissões lúdicas, sociais e artísticas, além de atividades ligadas à estética. Busca uma ligação amorosa que a preencha no plano espiritual, com total harmonia (é fundamental que desenvolva a autoconfiança para superar seu medo de abandono). Dica: cuidar da hipersensibilidade, respeitar seu ritmo sutil e não desprezar as intuições. Assistir a uma peça de teatro ou outro tipo de espetáculo de arte é uma forma saudável de extravasar sua sensibilidade.

28/12/2017 - 09:00

Conecte-se

Revista Bons Fluidos