Faça uma limpeza nas energias negativas e receba a prosperidade da primavera

Aproveite a chegada da nova estação, quando a natureza se renova, para investir em novos projetos e realizar metas pessoais

Bons Fluidos digital

Faça uma limpeza nas energias negativas e se prepare para receber a prosperidade da primavera | <i>Crédito: Divulgação
Faça uma limpeza nas energias negativas e se prepare para receber a prosperidade da primavera | Crédito: Divulgação
A primavera é a estação do ano que representa o começo de um novo ciclo e durante esse período - que vai até 21 de dezembro - a energia da fertilidade está ainda mais presente em toda a natureza. O momento é ideal para iniciar novos projetos e receber de braços abertos a prosperidade. A convite da Bons Fluidos, a escritora e filósofa Patrícia Cândido criou um ritual de limpeza energética para ser feito em casa ou no ambiente de trabalho e potencializar a realização de metas e projetos na estação florida. Com base nos ensinamentos de mestres espirituais, Patrícia tem 11 livros publicados, sendo seis em coautoria, e é CEO e cofundadora da Instituição Luz da Serra.

Ciclos da vida
Ora, se as estações influenciam as plantações, as marés e o comportamento dos animais, por que seria diferente com o ser humano, se também pertencemos a mesma natureza? Segundo Patrícia, elas mexem também com nossos sentimentos, pensamentos e emoções. “A nossa vida é feita de ciclos como, por exemplo, o anoitecer e o entardecer ou o ciclo menstrual feminino. Ainda que tenhamos buscado adaptar tudo ao nosso redor ao longo dos últimos séculos, seguimos as mesmas leis presentes na natureza, e isso tudo nos influencia demais”, afirma. “Eu acredito que é justamente essa desconexão e tentativa de amenizar os impactos da natureza sobre nós que causam tantos problemas sociais e econômicos para a nossa sociedade atual. A natureza é simples, eficiente e autossustentável”. A especialista lembra que nas tradições pagãs antigas, a primavera é o período que marca o amanhecer anual. O final do inverno seria a parte mais escura de uma noite e a primavera seria o alvorecer de um novo período, tanto que os rituais antigos circulavam no entorno da primavera. “As pessoas têm um comportamento completamente diferente no inverno e no verão, e falo isso até por experiência própria, pois vivo em uma região onde as quatro estações do ano são muito bem definidas. No inverno as pessoas são mais introspectivas, caladas, frias. No verão as pessoas são mais alegres e exalam felicidade e sorrisos. Já os equinócios (de outono e primavera), que são os períodos intermediários, promovem um período de preparação para o clímax dos solstícios (de verão e inverno)”, diz. Para Patrícia, esse é o período ideal para projetos que estejam começando, pois a primavera tem um frescor no ar que costuma nos trazer inspiração, novas ideias e muita criatividade. “Antigamente os rituais de fertilidade eram celebrados nesta época porque a energia de procriação está mais presente nesse período”, conta.Mas alerta:  para aqueles que tem personalidade mais emocional e romântica, a primavera pode ser um período ainda mais intenso. Por isso, é preciso ter cuidado na hora de tomar decisões. “Não é à toa que a primavera é chamada de estação dos românticos. A beleza das flores, o canto dos pássaros e o encantamento da natureza certamente nos inspiram, mas precisamos ter cuidado para também mantermos os pés no chão na hora de tomarmos decisões”, conta. Para pessoas naturalmente racionais, a primavera é positiva no sentido de trazer mais inspiração, criatividade e aflorar as emoções. Já para os tipicamente emocionais e românticos, pode ser um período perigoso por aflorar ainda mais as emoções e o romantismo. A melhor estratégia, então, é manter o equilíbrio. “Aproveite o período para observar a natureza, contemplá-la e aprender com ela para encontrar seu próprio equilíbrio”. Há vários rituais de preparação para a primavera. E por ser época de renovação, é indicado fazer uma boa faxina em casa, no trabalho, nos armários e gavetas. “É um momento de parar e analisar se realmente precisamos de tudo que temos ou se podemos doar, descartar, reutilizar e reciclar. A primavera é um convite ao que é novo”, orienta Patrícia. “Podemos estender essa faxina ao círculo de amizades, relacionamentos, vícios e comportamentos. É o que eu chamo de destralhar a vida e se libertar de tudo o que é nocivo e tóxico”.

Limpeza energética: passo a passo
Patrícia Cândido ensina como fazer um ritual de limpeza de três dias para renovar a energia da casa e aproveitar toda a prosperidade e renovação deste novo ciclo. Essas técnicas fazem parte da Fitoenergética, um sistema de cura e equilíbrio natural que utiliza a energia das plantas - resultado de estudos feitos pela especialista e pelo escritor Bruno J. Gimenes. “No segundo dia já começa aparecer os primeiros resultados, mas, para que a limpeza seja efetiva e traga efeitos satisfatórios, o ideal é que você agende uma data em que possa aplicar as tarefas durante três dias, como feriados”, aconselha. Confira:

DIA 1 - Comece pela faxina física. Isso já vai melhorar muito a energia do seu lar. “Mas atenção: se você é o dono da casa, é você que deve fazer a faxina. Evite terceirizar o serviço, pois a sua intenção e energia vão limpar a casa fisicamente – lhe trazendo a transformação”, explica. Para começar, separe objetos que você não usa mais em caixas com três níveis: uma para descarte (lixo), uma para doação e outra para dúvida. “Abra armários, gavetas, despensas e, sem nenhum medo, vá se libertando. Fazemos esse trabalho a cada três meses nas nossas casas, para que não haja o menor perigo de convivência com objeto inúteis. Quando estamos no meio das coisas sem utilidade, a nossa energia fica estática, parada. E vida é movimento! Tudo está sempre em movimento no universo”, afirma.Para ela, as coisas precisam ser utilizadas, pois, caso contrário, a sua vida fica parada também. Algumas mudanças internas também são necessárias para que a energia circule em sua casa. “Vá em frente, com coragem, pois as melhores lembranças da sua vida estão na sua memória e não nos seus objetos”, destaca. Ao final da faxina física e braçal, após um banho relaxante, prepare um chá de sua preferência, entre camomila, erva-doce, capim cidreira e funcho. Com uma oração, agradeça ao universo por ter lhe proporcionado esse momento e relaxe profundamente até dormir.

DIA 2 - Prepare uma infusão de ervas com as seguintes plantas desidratadas, como se fosse um chá: jambolão, chapéu de couro, erva-doce, maçã, alfazema, cana-do-brejo, louro, marmelo e jasmim. Misture uma pitada (bem pouca quantidade) de cada uma dessas ervas em uma jarra ou panela. Adicione água bem quente (mas não precisa ferver) e deixe em infusão por três minutos. Enquanto as plantas estão em infusão, faça uma oração a sua maneira. Depois coloque o chá em uma xícara e beba calmamente. “Enquanto bebe, mantenha os olhos fechados, alimentando um sentimento de gratidão pelo reino vegetal. Quando se sentir realmente grato pela vida, pela consciência, pelo amor que você tem no coração e pela beleza, faça seus pedidos aos seres de luz do reino vegetal”, diz Patrícia. No momento em que já estiver mais relaxado, coloque o restante do chá em um borrifador e saia pela casa borrifando-o em cada cômodo. Enquanto isso, imagine o que deseja em cada espaço. “Por exemplo, quando você estiver na sala de estar, mentalize harmonia, paz, tranquilidade e bons relacionamentos”, exemplifica. “Quando você estiver no quarto, mentalize um sono tranquilo e equilibrado, e assim por diante. Coloque alguma música que seja sagrada para você ou sons da natureza para ouvir enquanto anda pela casa”.

DIA 3 - Prepare novamente o chá com as mesmas plantas do dia anterior. Faça oração no preparo normalmente, só que além de bebê-lo, utilize-o no banho. “Tome banho normalmente e, após terminar, enxague-se com esse preparo de ervas. Na casa, ao invés de borrifar o chá, prepare pequenos sachês das mesmas plantas e coloque um em cada cômodo como forma de limpeza e proteção. Troque após 7 dias. Funcionará como um patuá contra energias densas”, orienta Patrícia. Para preparar o sachê você vai precisar de:

Ingredientes
- 1 colher de chá das ervas desidratadas para cada sachê
- Retalhos de qualquer tecido cortado em quadrados de 8 x 8 centímetros (essa medida é apenas uma sugestão)
- Um quadradinho para cada sachê
- Pedaços de barbante ou fitas para amarrar o sachê

Modo de preparo 

- Coloque 1 colher de chá das ervas desidratadas dentro do quadrado de tecido e una as pontas formando uma trouxinha. Amarre com o barbante e seu sachê está pronto!
- Faça um para cada cômodo da casa e, se desejar, faça também um para colocar no seu carro, na sua bolsa, na mochila do seu filho, na gaveta da sua mesa de trabalho, ou onde você quiser.
- Faça uma oração de 3 minutos, sinta gratidão e invoque luz, proteção, amor, harmonia e o que mais você desejar.
- O sachê tem validade de 7 dias e depois deve ser descartado.
- Se sentir necessidade, repita todo o processo.

29/09/2017 - 09:05

Conecte-se

Revista Bons Fluidos