Aprenda a dar um banho de cheiro no seu corpo

Nas religiões afro-brasileiras, o banho de cheiro temperado com ervas aromáticas tem uma função nobre: conservar a felicidade e afastar o mau-olhado

Bons Fluidos Digital

Amplia a percepção sobre os nossos limites e contornos | <i>Crédito: iStock
Amplia a percepção sobre os nossos limites e contornos | Crédito: iStock

Expressão de carinho nordestina, o banho-de-cheiro correu o país na voz de Elba Ramalho como um jeito maroto de manifestar carinho. O banho natural, dado no corpo inteiro para atrair coisa boa e afastar coisa ruim, também não foge à definição: é uma manifestação de carinho ao seu corpo e espírito.
                Levada ao pé da letra, uma atmosfera de aromas tem tudo a ver com o banho, quando envolvemos o corpo numa esfera de calor e total delicadeza. Desbloqueia energia represada, que nos deixa tensos e amplia a percepção sobre os nossos limites e contornos – um processo que ajuda a manter a autoestima.

Presente aromático
Em casa, pingue na água da banheira dez gotas de óleo essencial cujo efeito é desejado.
1. Lavanda e citrus, por exemplo, são opções revitalizantes e ajudam quem procura descansar.
2. Rosmarinho é estimulante, por isso não deve ser usado à noite.
3. Camomila acalma.

Para usufruir dos benefícios dos óleos essenciais no chuveiro, pingue uma ou duas gotas do produto numa luva ou esponja e espalhe sobre o corpo molhado (o óleo essencial não pode ter contato direto com a pele seca).
                As aromaterapeutas Christiana Penna e Camila Passarelli, de São Paulo, formularam um banho aromático à base de ervas ideal para reduzir o estresse mental e muscular. Os ingredientes incluem: 20g de alecrim (tonificante), 20g de alfazema (refrescante), 10g de camomila (sedativo) e 10g de sálvia (desintoxicante).

Modo de fazer
Misture as ervas desidratadas (prefira as sem agrotóxicos, vendidas em casas de produtos naturais). Separe 20g e coloque em 1,5 litro de água fervente. Tome banho normal e no final, com uma esponja, derrame o preparado sobre a pele. Por cautela, grávidas e pessoas com pressão baixa devem pedir orientação a um aromaterapeuta. 

08/02/2017 - 17:19

Conecte-se

Revista Bons Fluidos